CMSE apresenta medidas adicionais para garantia de atendimento à região Sul

Electra na IV Conferência Nacional de PCHs e CGHs!
4 de março de 2020
Consumo de energia elétrica recua 2% em fevereiro, aponta CCEE
11 de março de 2020
Mostrar tudo

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) se reuniu nesta quarta-feira, 4, e avaliou as condições de suprimento de energia elétrica no País, com destaque para o atendimento à região Sul, que enfrenta baixas nos reservatórios por conta de chuvas em níveis inferiores às médias históricas. 

O Comitê ressaltou que está garantido o pleno atendimento à carga e adotou medidas excepcionais, considerando que os custos adicionais são necessários para assegurar o gerenciamento das usinas hidráulicas da região e o atendimento energético. 

Dentre as medidas, estão: a maximização do intercâmbio de energia para a região Sul; o acionamento de termelétricas não despachadas, priorizando as de menor custo; e a importação de energia da Argentina ou do Uruguai, se necessário, como recurso adicional ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

A aplicação dessas medidas, que se iniciará a partir da próxima semana operativa (7 de março), será reavaliada semanalmente pelo CMSE, visando verificar a necessidade da continuidade de sua adoção.

O monitoramento da situação hidrometeorológica da região Sul será realizado por sala de situação, a ser instaurada e coordenada pela Agência Nacional de Águas – ANA com participação ampla de órgãos governamentais e da sociedade em geral.

Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) 

Nota Informativa – 4 de março de 2020

Informações Técnicas:

Condições Hidrometeorológicas: no mês de fevereiro, a precipitação ficou abaixo da média nas bacias dos rios Jacuí, Uruguai e Iguaçu, próximo à média na bacia do rio Tocantins e acima da média nas demais bacias hidrográficas de interesse do SIN. Em relação à Energia Natural Afluente – ENA bruta foram verificados valores abaixo da média histórica em todos os subsistemas, com exceção do subsistema Sudeste/Centro-Oeste.

Energia Armazenada: no mês de fevereiro, foram verificados armazenamentos equivalentes de 40,4%, 20,5%, 60,2% e 45,8% nos subsistemas Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte, respectivamente, e a previsão para o final do mês de março nesses subsistemas é de 57,1%, 29,9%, 73,7% e 70,8%.

Atendimento à Região Sul: O ONS apresentou as condições de atendimento à região Sul e propôs encaminhamento, de forma a minimizar a geração hidráulica na região, garantir a governabilidade das cascatas e visando recuperar seu armazenamento equivalente. A CCEE apresentou avaliação dos custos e respectivas alocações associadas às medidas propostas.

Assim, diante do cenário apresentando, o Comitê ressaltou que está garantido o pleno atendimento à carga e deliberou pela adoção de medidas excepcionais, considerando que os custos adicionais são necessários para garantir a governabilidade das usinas hidráulicas da região Sul. Dentre as medidas, destacam-se: (i) a diretriz para a maximização do intercâmbio de energia para o subsistema Sul; e (ii) o despacho de oferta de geração de energia elétrica complementar no subsistema Sul, priorizando o recurso de menor custo entre a geração termelétrica não despachada e a importação sem substituição a partir da Argentina ou do Uruguai, nos moldes do § 13, do art. 1º da Portaria MME nº 339/2018, desde que alocável nesse subsistema. Essas medidas iniciarão a partir da próxima semana operativa (7 de março).

Expansão da Geração e Transmissão: a expansão verificada em fevereiro de 2020 foi de 197 MW de capacidade instalada de geração de energia elétrica, 211 km de linhas de transmissão e 750 MVA de capacidade de transformação. Assim, a expansão em 2020 totalizou até então 290 MW de capacidade instalada de geração, 1.175 km de linhas de transmissão e 2.216 MVA de capacidade de transformação.

O CMSE, na sua competência legal, continuará monitorando, de forma permanente, as condições de abastecimento e o atendimento ao mercado de energia elétrica do País. As definições finais sobre a reunião do CMSE de hoje serão consolidadas em ata devidamente aprovada por todos os participantes do colegiado e divulgada conforme o regimento.

Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico

Assessoria de Comunicação Social

Ministério de Minas e Energia(61)2032-5620
ascom@mme.gov.br
www.mme.gov.br
www.twitter.com/Minas_Energia
www.facebook.com/minaseenergia

Fonte: MME

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *